24 de outubro de 2017 Por Natália Lannes
Plataforma de Loja Virtual

Plataforma de loja virtual: Qual a melhor e como escolher

Recebemos o pedido de alguns clientes para ajudá-los a escolher a melhor plataforma de loja virtual para seu negócio.

Consideramos um tema extremamente pertinente e achamos importante apresentar alguns pontos fundamentais para os leitores do blog. Vamos abordar o mercado, as considerações e algumas plataformas para informar a todos que pensam em abrir um e-commerce.

Por que investir em uma loja virtual?

O e-commerce é uma grande possibilidade de investimento para os empreendedores. Os números indicam que há não apenas um aumento de lojas virtuais, mas também de faturamento e ticket médio online.

Segundo dados da ebit, o comércio digital cresceu 88% nos últimos 4 anos. A expectativa é que em 2017, apenas no setor de lojas virtuais B2C, o faturamento alcance R$ 48 bilhões.

Infográfico: dados do e-commerce no Brasil em 2017

Por que usar uma plataforma de loja virtual?

Além do otimismo do mercado em relação ao faturamento do comércio eletrônico, existe outro fator que estimula a abertura de novas lojas virtuais: custo e praticidade.

As plataformas para e-commerce contribuem e muito para os dois fatores. Há soluções gratuitas ou com planos acessíveis para pequenos e médios empreendedores. As ferramentas costumam contar com templates personalizáveis e integrações com outros serviços digitais interessantes.

Todos estes recursos, somados à presença de uma comunidade ativa de desenvolvedores, ajuda na busca por mão de obra e na contratação de ajuda profissional com preços acessíveis.

Qual a melhor plataforma de loja virtual?

Esta é uma pergunta que não podemos responder sem conhecer o seu negócio. As diversas plataformas do mercado oferecem soluções variadas que podem encaixar com sua necessidade e seu bolso.

Por isso, acreditamos que é fundamental para os empreendedores criar um plano de negócio e estudar como as plataformas podem ajudá-los a atingir seus objetivos.

Como escolher uma plataforma de loja virtual?

Para escolher a melhor plataforma de loja virtual para seu negócio, é fundamental considerar quatro principais fatores: experiência do usuário, segurança, formas de pagamento e possibilidades de marketing digital.

Não mencionamos o preço, pois enxergamos esse quesito como um investimento nas funcionalidades que você entende como necessárias.

A plataforma é a base do seu e-commerce, sendo seu sistema de gerenciamento de loja, interface com o usuário e integrador com outros serviços. O barato pode sair caro se for feita uma escolha pensando apenas no seu custo.

Vamos detalhar um pouco sobre 4 plataformas de loja virtual relevantes no mercado brasileiro: WooCommerce, Loja Integrada, Vtex e Magento. Estas são opções populares entre os logistas e que mais recomendamos aos clientes da duo.me.

1 – WooCommerce (E-commerce do WordPress)

Woocommerce - Plataforma de Loja Virtual do WordPress

WooCommerce é o principal plugin de e-commerce da plataforma para sites WordPress.

WordPress é um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS).  Uma plataforma desenvolvida para facilitar criação e inserção de textos, imagens e até de páginas sem a necessidade mexer em códigos de programação.

O WordPress é Open Source, ou seja, de desenvolvimento comunitário, totalmente sem custos de instalação ou mensalidade. A comunidade do WordPress é participativa e contribui para o desenvolvimento de novos plugins que tornam o sistema extremamente robusto.

Atualmente 28,8% dos sites do mundo utilizam a plataforma. O número é impressionante e consolida o poder da ferramenta. O volume de sites usando WordPress é grande justamente porque ela oferece possibilidades para diversos tipos de mercado. Entre as plataformas que falaremos por aqui, é sem dúvida, a mais personalizável.

A popularidade do WordPress também é refletida no WooCommerce. O plugin para e-commerce está presente em 28% das lojas virtuais. São mais de 32 milhões de downloads já feitos desta extensão.

WooCommerce é desenvolvido pela Automattic, empresa fundada pelo Matt Mullenweg, criador do WordPress. A Automattic também é responsável pelo WordPress.com, pelo Gravatar e mais alguns projetos interessantes.

O WooCommerce pode ser personalizado com integrações de diversas funcionalidades: plugins de SEO, compartilhamento de conteúdo em redes sociais, abandono de carrinho, variadas ferramentas de e-mail marketing, sistemas de automação de marketing, gateways de pagamento, entre outros.

Recursos destacados:

  • Necessário um programador para desenvolver a loja virtual;
  • Não há custo de instalação, manutenção da plataforma ou transações realizadas na loja;
  • Plataforma mais popular do mundo;
  • Personalizável e com infinitas possibilidades de integrações;
  • Comunidade ativa garante farta mão de obra e constantes atualizações/melhorias no sistema.

Importante: O WordPress é gratuito, mas algumas integrações são serviços pagos. Exemplo: caso instale um serviço de envio de e-mails ou um gateway de pagmento como o PagSeguro, devem haver custos de envio e de transações com estes serviços.

Importante 2: Existem outros plugins de e-commerce para WordPress, como o WP e-commerce e o Easy Digital Downloads. Escolhemos o Woocommerce por considerá-lo mais completo.

Caso queira conhecer mais sobre o WordPress, acesse o blog do nosso sócio Felipe Elia. Desenvolvedor especializado e membro da comunidade WordPress: Curso de WordPress

2 – Loja Integrada

Loja Integrada - Plataforma de Loja Virtual

Plataforma de e-commerce focada no pequeno e médio empreendedor.

O acesso é totalmente online, não há necessidade de instalações e downloads.  O sistema possui temas personalizados e integrações que podem ser ajustados mesmo sem a ajuda de um profissional.

A plataforma possui uma versão gratuita e planos PRO a partir de R$ 49,00/mês. Não há qualquer comissão sobre transações realizadas na loja.

É importante considerar que as integrações são bem amplas, porém limitadas. Por exemplo, caso queira usar algum sistema de abandono de carrinho, terá que usar a aplicação disponível na Loja Integrada.

Também há uma limitação estética do design de interface. A loja possui alguns esqueletos pré-definidos e as configurações devem respeitar um dos modelos definidos. A logo da Loja Integrada fica sempre visível no rodapé do e-commerce, seja assinante de um plano grátis ou PRO.

Ponto de atenção: É possível que desenvolvedores, por meio de JavaScript, consigam alterar algumas das especificações padrões da Loja Integrada. Verifique com seu programador se essa é a melhor solução para o seu negócio.

Recursos destacados:

  • O painel do lojista é intuitivo e possui algumas ferramentas que podem ajudar no gerenciamento da estratégia como o “Visão 360º”.
  • Opções de integração com elementos fundamentais para marketing digital: tags de mídia, e-mail marketing, abandono de carrinho e SEO;
  • Planos PRO a partir de R$ 49,00/mês;
  • Opções variadas de forma de pagamento: boleto, transferência e gateways de pagamento como PagSeguro.

Importante: Assim como acontece com o Woocommerce, não há pagamento nas transações pagos para a Loja Integrada, porém alguns dos gateways de pagamento oferecidos possuem esse tipo de cobrança, como o PagSeguro.

Caso queira conhecer mais sobre a Loja Integrada, veja o nosso post completo sobre a plataforma: Loja Integrada – Tudo sobre plataforma de e-commerce

A Loja Integrada é brasileira 🇧🇷 e pertence à Vtex, plataforma que falaremos a seguir.

3 – Vtex

Plataforma de loja virtual: Vtex

A Vtex é uma empresa internacional especializada em e-commerce e possui escritórios em mais de 20 países. Ela comprou a Loja Integrada em 2013 e usa a plataforma como produto específico para pequenas e médias empresas.

A plataforma própria da Vtex é mais completa que a da Loja Integrada, pois permite mais personalização e integrações. Elas têm em comum o funcionamento: sistema online, planos de assinatura mensal e integrações com outros serviços.

Não existem custos de instalação e set-up, mas existe um custo mensal a ser pago para a Vtex. A plataforma de loja virtual cobra uma taxa proporcional ao faturamento do e-commerce.

O plano inicial contempla o investimento de R$ 750 mensais mais 3% do faturamento. O porcentual diminui conforme aumenta o faturamento do e-commerce.

A Vtex certifica desenvolvedores para trabalharem com sua plataforma de loja virtual com treinamentos e provas de qualificação. Isso garante que os lojistas possam contar com profissionais comprovadamente especializados.

Recursos destacados:

  • Cloud Software: todo sistema hospedado em nuvem;
  • Variedade de integrações;
  • Mais liberdade de personalização que outras plataformas em nuvem;
  • Parceria com desenvolvedores certificados na plataforma.

4 – Magento

Plataforma loja virtual magento

O Magento é uma plataforma de loja virtual open source. O modelo de negócio é parecido com o proposto pelo WordPress: linguagem php e comunidade de desenvolveres envolvida no aperfeiçoamento. As aplicações, serviços e extensões que podem ser trabalhadas também são configuráveis a partir de plugins.

O Magento ganhou popularidade por ser uma plataforma open source exclusiva para e-commerces. Com isso, saiu da frente de alguns outros sistemas e tornou-se referência no mercado.

No entanto, a plataforma de lojas virtuais tem perdido participação nos últimos anos por três principais pontos:

  1. Necessidade de servidor robusto

    A plataforma sozinha consome muitos recursos, sendo necessário um investimento maior que o comum para a loja não ficar lenta e sobrecarregada.

  2. Adaptação ao mercado brasileiro

    O sistema não prevê algumas situações típicas do mercado brasileiro, como compras com mais de um cartão, cadastro de pessoa física e jurídica, parcelamento de produtos, entre outros. Para que consiga configurar tais recursos básicos é necessário desenvolvimento e mão de obra.

  3. Dificuldade de manutenção

    O código da plataforma é complexo e pouco amigável até para desenvolvedores. Além de precisar mais de mão de obra, ela é mais escassa que a do WordPress.

Conclusão

Conte com a ajuda de um profissional de design e desenvolvimento.

Não falamos isso por trabalhar com este mercado, mas porque um e-commerce bem feito, seguindo os padrões estéticos e de usabilidade geram valor ao seu cliente.  Além da credibilidade, velocidade de navegação, formas de pagamento e funcionalidades de marketing são fundamentais para o sucesso do negócio.

Também é importante avaliar a necessidade de um suporte. É importante ter com quem contar caso haja algum imprevisto ou melhorias a serem aplicadas.

Estude o mercado digital, as possibilidades do e-commerce e o seu público. SEMPRE. Novidades surgem constantemente nesse mercado e costumam colaborar muito para o desenvolvimento dos negócios.

Caso precise de ajuda, conte com a duo.me.

Quer abrir uma loja virtual? Fale com a duo.me